Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade.

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Desencarnou Sathya Sai Baba



Meus queridos amigos e amigas:

Desencarnou na Índia, neste domingo, 24 de abril, aos 84 anos de idade, um dos maiores líderes espirituais do planeta, o Avatar Suami Sathya Sai Baba.
Ele já vinha doente, com problemas cardíacos e pulmonares, internado em um hospital em Puttaparthi, onde veio a desencarnar hoje, por uma parada cardio respiratória.

O detalhe é que Sai Baba havia previsto a sua desencarnação, declarou que vai reencarnar rapidamente e que, logo aos primeiros anos de vida, da nova encarnação, ele já vai dar sinais que voltou.
Consta que ele deixou coisas guardadas e escondidas em lugares que só ele sabe onde estão, que documentou tudo, inclusive com fotografias, lacrou e depositou em algum cofre recomendando que seja aberto somente daqui há alguns anos, quando ele, na nova encarnação que virá rapidamente, já tiver crianças em condições de se comunicar bem, a fim de declarar ao mundo a comprovação da desencarnação, e que tudo isto será visto pelo mundo dentro dos próximos cinco anos, a partir de hoje, dia da sua desencarnação.

Sathya Sai Baba nasceu em 23 de novembro de 1926, numa pequena vila no sul da Índia, chamada Puttaparthi, no estado de Andhra Pradesh. Ele residia lá, até os seus últimos dias, recebendo milhares de visitantes do mundo inteiro em sua comunidade espiritual (ashram), chamada Prasanthi Nilayam, que significa "Morada da Paz Suprema" (shanti=paz, pra=suprema, nilayam=morada).
De um pequeno salão rústico onde se reuniam para cantar e aprender os ensinamentos sagrados, em sua juventude, hoje Puttaparthi conta com estação de trem e até aeroporto, para receber o fluxo surgido do crescente e incessante movimento de pessoas que, ao ouvir falar sobre Sai Baba, manifestavam a vontade de conhecê-lo pessoalmente.
Do Brasil, todos os anos, caravanas se deslocavam até a Índia, para visitas a Sai Baba e os relatos sempre foram os mais maravilhosos possíveis.

Que os espíritas procurem conhecer mais a história deste homem extraordinário e que, inclusive, procurem conhecer as gravações em vídeo de palestras proferidas por Divaldo Pereira Franco, especificamente sobre ele e sua obra. Divaldo esteve com ele, pessoalmente, na Índia, e viu de perto a energia que o envolvia, tendo conhecido a sua obra de educação e testemunhado de perto a grande missão deste espírito que esteve encarnado na Índia.

Vale salientar que Divaldo, também, foi vítima da intolerância de alguns dirigentes espíritas, em algumas regiões, por falar com tanto entusiasmo e tanto amor sobre Sathya Sai Baba, sob a irracional alegação de que ele estariam enxertando orientalismo na Doutrina Espírita.

Divaldo, como todo espírita sensato, avalia as criaturas humanas pelo seu caráter, dignidade e pelos seus qualificativos morais, independentemente da rotulação religiosa ou filosófica, tendo visto em Sai Baba um homem que teve uma encarnação de dedicação total às causas humanitárias, com todas as provas do Amor autêntico e da caridade na sua expressão mais abrangente.

Mas não foi bem entendido, por aqueles que acham que "fora do movimento espírita não há santidade" e que não devemos elogiar e nem reconhecer o trabalho digno de ninguém, sob a estúpida argumentação de não estimular a vaidade.

Rogamos à Espiritualidade Maior que recebam Sai Baba conforme a avaliação que o Pai fizer da sua vida de Amor na Terra.

Para a apreciação de todos.
Com um forte abraço.


Alamar Régis Carvalho
w w w . a l a m a r r e g i s . c o m

2 comentários:

  1. Querido Alamar Grata pela informacao

    ResponderExcluir
  2. Perguntei ao Divaldo por volta de 1999 como seria a desencarnação de Sathya Sai Baba e sua resposta foi que provavelmente seria por problemas cardiacos, pois as grandes almas precisam de um motivo para desencarnar e como amam...pelo visto acertou.

    ResponderExcluir